Informação sobre caxumba, causas, sintomas e tratamento da caxumba, identificando formas de a diagnosticar.


sábado, 2 de janeiro de 2016

Vírus da Caxumba

O vírus da caxumba é um paramixovírus do mesmo grupo do vírus da parainfluenza e da doença Newcastle. Os vírus da parainfluenza e doença de newcastle produzem anticorpos que fazem reação cruzada com o vírus da caxumba. O vírus tem um genoma de filamento único de RNA.
O vírus pode ser isolado ou propagado em culturas de vários tecidos humanos e de macacos e em ovos embrionados. Eles têm sido recuperados da saliva, do fluido cerebroespinhal, urina, sangue, leite e tecidos infectados de pacientes com caxumba. O vírus causa doença generalizada.
O vírus da caxumba é rapidamente inativado pelo calor, formalina, éter, clorofórmio e luz ultravioleta.

Caxumba é uma infecção viral

Caxumba é uma infecção viral altamente contagiosa, com um período de incubação de 14 a 18 dias de exposição ao início dos sintomas. A duração da doença é de aproximadamente 10 dias.
Os sintomas iniciais da infecção por caxumba são inespecíficos (febre baixa, mal-estar, dor de cabeça, dores musculares, e perda de apetite). O achado clássico é a sensibilidade e inchaço da glândula parótida que geralmente se desenvolve ao terceiro dia da doença. O diagnóstico geralmente é feito sem a necessidade de testes de laboratório.
Complicações graves da caxumba incluem meningite, encefalite, surdez e orquite.
A vacina MMR fornece 80% de imunidade eficaz contra caxumba na sequência de um cronograma de duas dosagem (12 a 15 meses com reforço nos 4- a 6 anos de idade).

Não existe tratamento específico para a caxumba. Aplicar quentes ou frios para melhorar a sensibilidade e inchaço da glândula parótida pode tornar-se útil.


ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL