Informação sobre caxumba, causas, sintomas e tratamento da caxumba, identificando formas de a diagnosticar.


Como evitar a caxumba

A vacinação é a melhor forma de prevenir a caxumba. A vacina utilizada é a tríplice viral MMR (a sigla vem de Measles - sarampo; Mumps - caxumba; Rubella - rubéola) aos 15 meses de idade. Embora a vacinação após o contato com pessoa infectada não previna a doença, recomenda-se vacinação de quem teve contato com alguém infectado.
As contra-indicações ao uso da vacina tríplice viral são, o uso recente de imunoglobulinas ou transfusão sangüínea nos últimos três meses, pacientes com imunodeficiência (leucemia, linfoma), uso de corticosteróides, gravidez.
Pacientes com infecção por HIV já com sintomas, mas que não estejam severamente imunocomprometidos, devem ser vacinados. A exposição à caxumba é importante se a pessoa não tiver recebido a vacina contra a caxumba nem tiver pego, mas 10% dos adultos que não têm antecedente algum de caxumba realmente são suscetíveis.
Os adultos que quando criança viveram na mesma casa com irmãos que tiveram caxumba podem se considerar protegidos.
Os que não estão protegidos devem procurar um médico no horário comercial para avaliar se a vacina seria útil.
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL